Ao lado do canteiro central, serão colocado tubos de polietileno (Foto: Divulgação)

A prefeitura já está em processo de licitação para aquisição de 750 tubos de polietileno de alta densidade e que serão utilizados na construção de uma nova galeria ao longo da avenida João Alves do Nascimento. De acordo com o secretário Municipal de Obras, Jorge Marra tão logo se encerre o período chuvoso será iniciada a obra que tem como objetivo acabar com os problemas de enchentes nas duas pistas e que trazem diversos prejuízos para que necessita utilizar aquele local e também moradores.

O secretário explicou que esse material é utilizado por diversas empreiteiras e tem garantia de 8 décadas. “É um material novo, mas é uma coisa que já tem história. Nos Estados Unidos esse material já é usado há mais de 40 anos e a garantia de fábrica da longevidade, da durabilidade é de 80 anos. Será um trabalho que a gente vai fazer ali, se Deus Quiser para durar para muitas futuras gerações”.

Jorge contou ainda que esse novo material será colocado apenas na nova rede que será feita lateralmente ao canteiro e não escondeu que essa nova tubulação vai aumentar o valor inicial da obra.

“É mais caro que a manilha de concreto sim. Mas a qualidade é muito melhor”, justificou ao lembrar que a obra poderá ser feita em um tempo menor que o inicialmente estimado.

 

Dia News

 

 

Nem mesmo as igrejas os criminosos tem dado sossego. Na comunidade rural de Duas Pontes, em macaúbas de Cima, município de Patrocínio, bandidos arrombaram o templo religioso entre a noite e madrugada de quarta para quinta-feira e levaram diversos materiais usados em festas, além de um portão grande de 2 metros de altura. Todos os materiais furtados foram adquiridos com apoio dos fieis da igreja católica.

Informações sobre os autores ou dos materiais, podem ser repassadas pelo telefone 190.

 

DiaNews

O secretário Municipal de Segurança, Alcides Dornelas, informou com exclusividade a Rádio Capital FM 107.3 que as 65 câmeras do Projeto ‘Olho Vivo’ serão instaladas breve em pontos estratégicos da cidade.

O projeto de monitoramento dos locais estratégicos do perímetro urbano mel rangeliano é de alta definição foi elaborado pelo alto comando da Polícia Militar de MG e será feito na sede do 46º Batalhão da Polícia Militar 24 horas por dia.

Segundo Dornelas – que justiça seja feita não mediu esforços para implantação do projeto na cidade -, a previsão de início dos trabalhos é em meados de maio.

 

Muol

Pais ou responsáveis de estudantes que não efetivaram a matrícula já podem consultar no site matricula.educacao.mg.gov.br os nomes das escolas que contam com vagas remanescentes. A partir desta segunda-feira (10/2) o interessado, com a documentação necessária em mãos, poderá se dirigir à unidade de ensino que tiver vaga disponível. Importante destacar que as escolas que não possuem vagas não irão aparecer no sistema.
Para consultar as escolas com vagas remanescentes é necessário acessar o site, selecionar o município, nível, turno e etapa. Serão apresentadas ao interessado os nomes e endereços das unidades de ensino que podem ser procuradas naquela localidade.
As vagas remanescentes serão atualizadas ao longo de todo ano.

Agência Minas/DiaNews

Que veículos precisam usar a nova placa?
Veículos zero quilômetro, veículos que mudaram de município, veículos que trocaram de categoria (um táxi que vira um carro de passeio, por exemplo), veículos com placa danificada, ilegível reprovada em vistoria, veículos com a placa furtada ou quem quiser trocá-la voluntariamente.

Quanto custa a nova placa?
R$ 179,84 para veículos e R$ 55,05 para motocicletas.

Qual o prazo para todos os veículos?
De acordo com o Contran, não há prazo para que toda a frota se adapte ao novo sistema, com a placa nova. Fora das condições respondidas acima, o modelo com a placa antiga poderá rodar até o seu sucateamento.

Qual o motivo para troca da placa?
Melhorar a segurança do sistema atual, com novas tecnologias de segurança, como QR Code, marca d’água entre outros, além de ampliar o número de combinações com o novo sistema alfanumérico. Em alguns estados, como no Rio de Janeiro, o sistema antigo já estava perto do limite de combinações impostos pela placa do Mercosul.